O que significa Halal?

Halal em Árabe significa Lícito ou Permitido.

Trata-se de um padrão ético e moral de ações lícitas que abrangem o ambiente social, a conduta, a justiça para com o próximo, sendo ele muçulmano ou não, na forma modesta das vestimentas de homens e mulheres, nas finanças e na alimentação.

Halal é um sistema baseado em princípios da Lei Islâmica – Sharia-.

Sharia é uma palavra em árabe que significa “constituição” e a Sharia Islâmica é a Constituição Divina Presuntiva.
A Sharia é um conjunto de leis que inclui as revelações de Deus no Alcorão Sagrado pelo Arcanjo Gabriel e a tradição do profeta Mohamad ﷺ. A Sharia é a base e fonte principal para a jurisprudência Islâmica e Fatwas – pronunciamentos legais de estudiosos do Islã, que servem como diretrizes para as condutas de vida dos muçulmanos.

“Foram-vos Permitidas Todas as Coisas Sadias”

يَسْأَلُونَكَ مَاذَا أُحِلَّ لَهُمْ قُلْ أُحِلَّ لَكُمُ الطَّيِّبَاتُ

A saúde é vista como uma das maiores bênçãos que Deus concedeu à humanidade. A valorização da saúde, por meio de uma dieta equilibrada, é afirmada em vários versículos do Alcorão.

Surata 2, versículos 168

يَا أَيُّهَا النَّاسُ كُلُواْ مِمَّا فِي الأَرْضِ حَلاَلاً طَيِّباً وَلاَ تَتَّبِعُواْ خُطُوَاتِ الشَّيْطَانِ إِنَّهُ لَكُمْ عَدُوٌّ مُّبِينٌ

“Ó humanos, desfrutai de todo o lícito e do que a terra contém de salutar e não sigais os passos de Satanás. Por certo, ele vos é inimigo declarado.”

Surata 2, versículo 172

يَا أَيُّهَا الَّذِينَ آمَنُواْ كُلُواْ مِن طَيِّبَاتِ مَا رَزَقْنَاكُمْ وَاشْكُرُواْ لِلّهِ إِن كُنتُمْ إِيَّاهُ تَعْبُدُون

“Ó vós que credes! Comei das coisas benignas que vos damos por sustento e agradecei a Deus, se só a Ele adorais”

Surata 5, versículo 5

ٱلْيَوْمَ أُحِلَّ لَكُمُ ٱلطَّيِّبَٰتُ ۖ وَطَعَامُ ٱلَّذِينَ أُوتُوا۟ ٱلْكِتَٰبَ حِلٌّ لَّكُمْ وَطَعَامُكُمْ حِلٌّ لَّهُمْ ۖ وَٱلْمُحْصَنَٰتُ مِنَ ٱلْمُؤْمِنَٰتِ وَٱلْمُحْصَنَٰتُ مِنَ ٱلَّذِينَ أُوتُوا۟ ٱلْكِتَٰبَ مِن قَبْلِكُمْ إِذَآ ءَاتَيْتُمُوهُنَّ أُجُورَهُنَّ مُحْصِنِينَ غَيْرَ مُسَٰفِحِينَ وَلَا مُتَّخِذِىٓ أَخْدَانٍ ۗ وَمَن يَكْفُرْ بِٱلْإِيمَٰنِ فَقَدْ حَبِطَ عَمَلُهُۥ وَهُوَ فِى ٱلْءَاخِرَةِ مِنَ ٱلْخَٰسِرِينَي

“Hoje, estão-vos permitidas todas as coisas sadias, assim como vos é lícito o alimento dos que receberam o Livro, da mesma forma que o vosso é lícito para eles. Está-vos permitido casardes com as castas, dentre as fiéis, e com as castas, dentre aquelas que receberam o Livro antes de vós, contanto que as doteis e passeis a viver com elas licitamente, não desatinadamente, nem as envolvendo em intrigas secretas. Quanto àqueles que renegar a fé, sua obra tornar-se-á sem efeito e ele se contará, no outro mundo, entre os desventurados. ”

Surata 5, versículo 88

وَكُلُوا۟ مِمَّا رَزَقَكُمُ ٱللَّهُ حَلَٰلًا طَيِّبًا ۚ وَٱتَّقُوا۟ ٱللَّهَ ٱلَّذِىٓ أَنتُم بِهِۦ مُؤْمِنُونَ

“Comei de todas as coisas lícitas com que Deus vos agraciou e temei-O, se fordes fiéis. ”

 

O que são Alimentos Halal?

Alimentos Halal: são alimentos e bebidas permitidos para ingerir, injetar ou inalar, de acordo com a lei Islâmica – Sharia – e que estão em conformidade com as normas internacionais Halal e sanitárias.

A alimentação influencia diretamente no comportamento do ser humano bem como na sua saúde física e mental. Por essa razão, é muito importante conhecer os alimentos que estão sendo consumidos e suas origens.

Condições para Consumo de Alimentos Halal:

A proteína animal deve ser produzida de maneira correta e justa, provenientes do abate Halal conforme determinação da Sharia.

Alimentos industrializados não podem conter elementos Haram (proibido; ilícito), como por exemplo, carne de porco, enzimas, ossos, sangue, pelo, colágeno e gorduras.

Devem estar livres de impurezas conforme determina a Sharia.

Não podem conter elementos venenosos, intoxicantes e que representem perigos à saúde.

Alimentos como frutas, legumes e verduras devem ser cultivadas sem agrotóxicos ilegais, não poder ser manuseada por mão de obra escrava e devem seguir os parâmetros exigidos pela legislação.

Conheça mais o mercado Halal!

O mercado Halal tem um enorme potencial, tendo em vista que engloba quase 2 bilhões de pessoas e deve movimentar até 2024 cerca de US$5,74 trilhões, segundo State of the Global Islamic Economy.

Não é de hoje que este mercado se torna cada vez mais atrativo às empresas brasileiras, mas ainda há muito espaço para o crescimento da presença de produtos brasileiros no mundo. Em 2021, houve expressivo crescimento das empresas certificadas halal, aumento de 53% quando comparado a 2020, sendo que entre as empresas de processamento de proteína animal o crescimento nas certificações foi de 75%, quando comparado ao ano anterior.

Dados da Abiec (Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes) apontam que os números totais da exportação de carne bovina brasileira em 2021 foram de US$ 9,2 bilhões e 1.846.263 toneladas. Ainda em 2021, as exportações brasileiras para os países de maioria muçulmana somaram 344,1 mil toneladas e, em faturamento, as vendas foram de US$ 1,4 bilhão. Esse mercado respondeu por 19% do volume exportado pelo Brasil em 2021 e 16% da receita total.

Dentre os estados que mais exportaram carne brasileira em 2021, estão São Paulo, que respondeu por 21,51% das exportações; Mato Grosso, com 19,82%; Goiás, 14,47%, Mato Grosso do Sul, com 10,32%; e Minas Gerais, com 9,63%.

No Brasil, existem entre 800 mil e 1,5 milhão de muçulmanos, segundo a Federação das Associações Muçulmanas no Brasil. O Brasil também conta com mais de 100 mesquitas e salas de orações.

Segundo uma pesquisa do Centro Halal da América Latina, a maioria dos muçulmanos praticantes no Brasil preferem o consumo de produtos Halal e frequentar estabelecimentos Halal, porém, todos reclamam da falta de opções de restaurantes Halal e produtos Halal nas prateleiras dos mercados Brasileiros.